Não precisa chorar para estar triste.

Meu Pé de Laranja Lima.  

Fica bem, mas fica só comigo…

Zeca Baleiro.  

Me afastei de pessoas que nunca me imaginei sem. E ó, tô vivão.

Projota  

Não somos um casal melado, mas duvido que tenha alguém que duvide do nosso amor. Quer dizer, a gente duvida, mas a gente é louco.

Tati Bernardi.

Eu sou daquelas pessoas inseguras que volta pra ver se fechou a torneira, se a porta está trancada, se o fogão está desligado. Eu sempre fui assim, sempre precisei reafirmar minhas certezas - então não me culpe se eu ficar perguntando se você ainda gosta de mim umas dez vezes ao dia. Aceite-me como sou, que eu te aceito como tu és.

Caio Augusto Leite.     

Não faz isso. Não deposita em mim essa esperança. Eu não quero ter essa responsabilidade. E não adianta você ficar me dizendo que posso fazer melhor, quando sei que já estou dando tudo que posso.

Gabito Nunes.

Não sou para todos. Gosto muito do meu mundinho. Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. Às vezes tem um céu azul, outras tempestade. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos. Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele não estão por acaso. São necessárias.

Caio Fernando Abreu. 

Nunca soube bem o que era certo, o que era errado, não existia uma lei, um limite, uma racionalização. Mas eu amava ele demais.

Gabito Nunes.

Tem coisas que não mudam no final do ano: alguém diz que passou voando, alguns fazem promessas, outros ganham presente e eu fico pensando nas pessoas que fazem falta. Fim de ano me dá uma nostalgia, a saudade triplica.

Caio Augusto Leite. 

Não importa se teu mundo tá caindo aos pedaços. Quando você começa a ter mais fé, de alguma maneira linda a vida dá um jeito de ficar melhor.

Caio Fernando Abreu.

Sei que sou quieto, e que devo falar mais. Mas se soubesse as coisas que passaram pela minha cabeça, você saberia o que significou de verdade. O quanto somos parecidos, e como passamos pelas mesmas coisas.

As Vantagens de Ser Invisível.

Tem gente que vira lembrança.
Tem gente que vira passado.
Tem gente que se vira para estar do seu lado.

Eu Me chamo Antônio. 

Se foi amor, ainda é.

Eu me chamo Antônio.

Normalmente, as pessoas não me enxergam como sou, já que não me mostro para todos. Enxergam o que eu quero que elas vejam, dou o espaço que acho adequado para que me percebam, por isso muitos me enxergam de uma forma básica, superficial, sem grande aprofundamento. O jeito que quero ser ninguém sabe e, confesso, eu mudo a todo instante.

Clarissa Corrêa